quarta-feira, 22 de maio de 2013

Resenha | Filme | Anastasia

Oi gente! É com muito carinho que trago mais uma resenha de filme. Dessa vez, eu escolhi um filme em animação que conta uma história que eu particularmente acho linda. História da qual eu me identifico muito, e que toca profundamente corações de todas as idades. Se perder de sua família, ficar sem  memória e quase não ter nem amigos. Coisas bastante consideráveis... Pra vocês a resenha de Anastasia.

Em 1916 a Rússia estava em guerra, e em meio a uma multidão revolucionária a Família Romanov foge do castelo para manterem - se em segurança. Nessa fuga, Anastácia ainda bem jovem escapa com sua avó por uma passagem secreta no castelo, com a ajuda de um menino que era um dos criados. Os bolcheviques haviam dominado São Petersburgo, e para fugirem vão para a estação de trem; mas na confusão Anastasia se separa de sua avó e quase consegue entrar no vagão. Mas o tem já estava em movimento, ela logo cai batendo com a cabeça, perde a memória e é levada e criada em um  orfanato. 


Com o passar dos anos muitos charlatões levavam jovens a Imperatriz, dizendo que aquela era a princesa perdida. Depois, isso se tornou quase uma loteria. Jovens eram treinadas para se portarem e serem como princesas, mas todas agiam da mesma forma e falavam as mesma coisas decoradas. O mais famoso de todos os "enganadores", ou melhor dos buscadores de Anastasia era Vladimir. Um gorducho que trabalha ao lado do jovem Dimitri, juntos já treinaram diversas jovens e eram os mais que mais tinham contato com Sophie, uma espécie de amiga e assessora da Imperatriz. 


Agora aos 18 anos, Anastasia que atende pelo nome de Anya sai do orfanato e volta para São Petersburgo na tentativa de reencontrar sua família. Nessa busca ela conhece Vladimir e Dimitri, que logo vêem nela uma "Anastasia" com todas as características, o que eles não sabem ainda é, que ela é a verdadeira princesa perdida. Não demora muito para que Dimitri perceba isso, já que ele é o menino ao qual ajudou ela e sua avó a fujirem. Mas existem ainda muitos obstáculos pela frente, e perigos que eles terão de enfrentar. Anya ainda não consegue se lembrar de nada e não acredita ser Anastasia, e sua avó já desistiu de conversar com qualquer outra garota, por não aguentar mais o sofrimento. E ainda existe Rasputin, o perigoso feiticeiro que quer matar todos os descendentes dos Romanov.


 "As pessoas sempre dizem  - a vida é feita de escolhas. - Ninguém jamais menciona o medo. Ou como o mundo pode parecer tão vasto, em uma viagem... ao passado."


Anastasia é uma personagem amável, divertida e muito humilde de coração. Viveu uma vida solitária, e só queria ter uma família. Eu me identifico, como disse anteriormente, com a personalidade de Anastasia, a forma como ela age e seu jeito sincero de ser. Uma história muito bem constituída  construída e escrita e tem um final lindo. Dimitri se apaixona por ela, mas por teimosia de ambas as partes eles não ficam juntos logo de cara, mas o final é emocionante. Embora, eu prefira a parte em que ela e sua avó finalmente conversam.


 Eu recomendo para as todas a idades, é um filme que remete os valores de sinceridade, e aos valores dos quais muitas pessoas hoje se esqueceram. Ele foi baseado em fatos reais, mas infelizmente a história real segundo últimas informações pode realmente não ter tido um final feliz como no filme, mesmo assim deve-se assisti-lo. Foi produzido pela Fox Animation Studios como uma animação musical de gênero aventura e drama; estreou em  21 de novembro de 1997, e foi um sucesso de bilheteria. Na versão original em inglês conta com a dublagem de  Meg Ryan, John Cusack, Kelsey Grammer, Christopher Lloyd, Hank Azaria, Bernadette Peters, e Angela Lansbury.   

Moças dançam no ar
Dias de felicidade
E os cavalos na tempestade
Muito tempo passou
E o fulgor da lareira
Na memória ficou
Disso eu sempre me lembro
E a canção de alguém
Foi no mês de dezembro... <3


Maurício Dias//

5 comentários:

  1. Assisti esse filme acho que com onze ou doze anos, pela primeira vez. E depois acabei comprando o DVD porque fiquei totalmente apaixonada pela história.
    É um filme curtinho e bem construído. É um daqueles desenhos que não considero para crianças, mas que funciona para qualquer idade.
    Adoro o Dimitri! Acho que ele é meu mocinho predileto dos desenhos!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adoro esse filme. Muito lindo e em feito.
    Beijos....

    ResponderExcluir
  3. Gente, esse é um filme marcante!
    Eu me lembro que o vi pela primeira vez quando era pequena! É muito bem feito e tem uma história incrível, não? Diferente.

    Não sabia que era baseado em fatos reais.
    Adorei o post! Parabéns.

    Beijos,
    Le Lançanova
    PS. Tem promoção lá no blog! Serão sorteados 20 kits. Participe! http://migre.me/evwHi
    Palácio de Livros

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh! Que cuti...cuti esse filme, amooo demais.
    Adorei sua resenha e o post, enfim...
    Olha, uma dica, procure sobre a Família Romanov de verdade, a história é muito triste, mas muito interessante, de verdade.Vale a pena, já que você gostou do desenho.
    Beijão grande.
    Amo resenhas de animações, fica dica e poste sempre *.*
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  5. Eu amo esse filme, ele é simplesmente lindo!
    ok, confesso, eu amo desenho animado
    asuhaushausa

    ResponderExcluir